Alemanha vai buscar Ouro a Nova Iorque e Paris

O Banco central da Alemanha decidiu repor nos seus cofres, parte do ouro que estava em Nova Iorque e Paris desde o tempo da guerra fria, por questões de segurança no caso de uma invasão soviética.

As autoridades informam que esta medida se deve ao facto de já não se viver na guerra fria e haver espaço em Frankfurt para parte desse ouro (espaço este que existe desde o fim do marco e a entrada da moeda única, o euro).

Segundo o Financial Times, ” A população alemã, preocupada com um possível fim do euro, começou a fazer mais perguntas sobre o ouro. E a questão foi depois empolada por um relatório que criticava o Bundesbank por não ter controlo suficiente sobre o seu ouro no estrangeiro para o contar”.

Assim, Frankfurt irá receber 300 toneladas de ouro de Nova Iorque e 374 toneladas de Paris. Actualmente, apenas 3400 toneladas de ouro, um terço das reservas de ouro do Banco Central Alemão, que valem quase 138 mil milhões de euros, estão guardados naquela cidade, 45% estão em Nova Iorque. As reservas de ouro da Alemanha são as segundas maiores do mundo, depois das reservas de ouro dos Estados Unidos da América.

A Alemanha manterá algum ouro em Londres, mas já não em Paris. Carl-Ludwig Thiele, responsável do banco comentou que ” a moeda única na Europa faz com que seja menos necessário ter ouro em países parceiros da zona euro” e disse também, que esta era uma medida importante para criar confiança na moeda e poder económico no país.

 

Deixe um comentário