Gaspar vai estudar Reservas de Ouro

Vítor Gaspar, ministros das finanças prometeu “olhar” para a possibilidade das reservas de ouro do Banco de Portugal poderem ser usadas como colateral para emitir divida e fazer face às necessidades de financiamento.

Numa audiência na comissão parlamentar do Orçamento, Vera Rodrigues deputada Portuense do CDS, mencionou as palavras de uma dirigente do World Gold Council, publicadas no “Diário Económico”. Vera Rodrigues pediu um comentário à hipótese de Portugal “alavancar o ouro, utilizando-o como colateral para emitir dívida e fazer face às necessidades de financiamento”

As regras comunitárias não permitem o uso directo do ouro para pagar dívida, mesmo assim a deputada Portuense questionou se não se justificaria fazer um “forcing” para usar as reservas de ouro como colateral aliviando o montante de juros que Portugal tem de pagar. O ministro Vítor Gaspar, não teve resposta para dar naquele momento, mas prometeu estudar esta questão.

As reservas de ouro Portuguesas são atualmente as décimas quartas mundiais, segundo números da World Gold Council baseados em dados do Fundo Monetário Internacional (FMI). Contudo, e apesar da cotação atual do ouro se encontrar muito elevada, se se pudesse usar diretamente este metal precioso no financiamento do Estado, apenas se poderia contar com cerca de 7,5% da dívida das administrações públicas.

 

Deixe um comentário