Travão nas Reservas de Ouro

A questão em torno da utilização das reservas de ouro como colateral, aliviando o montante de juros que Portugal tem de pagar, foi levantada pela deputada Portuense do CDS, Vera Rodrigues, numa audiência na comissão parlamentar do orçamento.

Vítor Gaspar, ministro das finanças, não teve resposta imediata mas ficou de estudar a viabilidade da utilização das reservas de ouro Portuguesas. No entanto devido aos estatutos que regem o Banco Central Europeu e os bancos centrais da Zona Euro as reservas de ouro não podem alavancar dívida dos Estados.

O ouro só pode ser gerido pelo Banco de Portugal (BdP) que por sua vez é dirigido pelo Banco Central Europeu (BCE) e à semelhança do que acontece com os salários do BdP também no ouro não se poderá tocar.

 

Deixe um comentário