Petróleo e Ouro atirados para Máximos

O fim do “susto” nos EUA com o “precipício orçamental” que se avizinhava, caso o congresso norte-americano não chegasse a acordo, para evitar a entrada automática de subida de impostos e cortes de despesas, está a suportar as matérias primas. O petróleo negoceia no valor mais elevado em três meses e o ouro, encontra-se no nível mais alto em duas semanas. Assim o...

Ler mais